RockinRio Humanorama - Uma Parceria De Trabalho Muito Antes Do Que Imaginava

Uma Parceria De Trabalho Muito Antes Do Que Imaginava

Fiquei muito feliz com o convite para escrever para o Humanorama, um projeto que acredito muito e para o qual tenho muita sorte de poder colaborar. Por isso, neste meu primeiro texto eu quis fazer um retrospecto do que aconteceu de um ano para cá, esse período tão singular em diversos aspectos, tanto ruins como bons. Explico. Estamos enfrentando o segundo ano seguido de pandemia e todas as restrições que a acompanham. Mas também coisas novas e surpreendentes têm acontecido justamente por isso. Se por um lado ficamos sem o convívio presencial com pessoas, por outro muito surgiu em inovações tecnológicas para suprir essa ausência. Se o entretenimento se voltou quase que totalmente para dentro de casa, nunca se investiu tanto em plataformas de entretenimento digitais e streaming. Se a escola se adaptou para o virtual, também acabamos passando mais tempo com nossos filhos em casa (e eu sei que tem horas que a gente não aguenta mais). 

Todo esse contexto para contar um pouco da minha experiência pessoal com um projeto profissional que permeia todo esse cenário social atual. Tudo começou em um bate-papo virtual por uma plataforma de vídeo-chamada entre eu, a Ana Deccache e o Marcelo Pollara. Eu em São Paulo e eles no Rio. Conversar por vídeo chamada foi algo que passamos a tratar de forma corriqueira graças ao isolamento pela Covid. Nunca usamos tanto esse recurso e passamos a usá-lo com uma naturalidade que antes não existia. E o papo entre a gente estava justamente caminhando por assuntos como o cancelamento de eventos presenciais, a explosão do consumo de games, e nossas novas formas de se divertir. Papo vai e lembramos que mais uma vez a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo seria cancelada. Como na época já estávamos desenvolvendo uma ideia de ambiente customizado dentro do game Fortnite para outro projeto, surgiu então o insight: e se a gente recriasse a Parada dentro do Fortnite? 

Montamos a proposta, acertamos tudo com a Epic Games e com a organização da Parada oficial, e conseguimos apresentar e vender a ideia para Doritos em tempo recorde. Mas o mais legal começava agora: o desenvolvimento da Parada virtual, ou o mapa criativo, no Fortnite. Eu já tinha um carinho especial pelo Fortnite porque o meu filho Pedro, de 10 anos, é super fã do game. E como ele tem passado muito tempo isolado em casa, os games passaram a ser o local de interação com os amigos lá de fora e também comigo dentro de casa (eu passei a jogar muito mais do que antes). Só que o ecossistema dos games vai muito além dos jogos. Existe uma infinidade de creators de conteúdo. E um desses creators é um desenvolvedor de mapas de Fortnite que a Epic Games nos recomendou, o Derponce. Coincidentemente é também o youtuber que o Pedro mais curte e assiste. Imagina então a felicidade dele quando eu contei que ia desenvolver um mapa de Fortnite, e com o Derponce! O garoto ficou em êxtase. E isso foi ótimo para o projeto. Pedro, que também desenvolve seus mapas, participou de algumas reuniões de criação com o Derponce. Passamos, eu e Pedro, horas conversando sobre o projeto. Ele me ensinou muito sobre as possibilidades do mapa, dando ideias, pensando nos desafios que podiam ser produzidos, a jogabilidade, como configurar os ambientes… me sentia um noob (novato na gíria gamer) perto dele! Foi a primeira vez que nos unimos em um projeto profissional, e foi uma experiência ótima. Confesso que aconteceu muitos anos antes do que eu poderia imaginar.  

Tudo isso só foi possível graças às novas maneiras de socializar que o mundo encontrou: social games, eventos virtuais, vídeo-chamadas, escola em casa, home office, etc, etc, etc.  

Por isso que eu acredito que muito do que aprendemos e nos habituamos neste período tão ingrato tem seu lado bom e veio para ficar. Nem tudo será descartado. O isolamento causado pela pandemia nos obrigou a evoluir em novas direções, novas possibilidades, novas alternativas de socialização, de relacionamentos e de diversão. Isso não volta mais. É daqui para a frente buscando sempre o melhor dos dois mundos, presencial e virtual. 


Assine a nossa Newsletter e entre nessa conversa conosco, aqui.



Avatar - Rodrigo Noventa
Rodrigo Noventa

Profissional de criação com mais de 20 anos de experiência em projetos no Brasil, América Latina e Portugal. Desde o início da internet tem atuado em busca de desenvolver conteúdos, narrativas e entretenimento. Nessa jornada já dirigiu projetos dos mais variados formatos, seja em portais de internet, agências de publicidade, media company, produtora de filmes e agora como Diretor Criativo da FUN, do grupo Dreamers.

Link copied!
Este site não suporta Internet Explorer. Por favor utilize outro browser da sua preferência.